Política

MBL-BA organiza ato "anti-Lula e anti-Bolsonaro" em Salvador

[MBL-BA organiza ato "anti-Lula e anti-Bolsonaro" em Salvador]
06 de Julho de 2021 às 18:50 Por: Arquivo Por: Henrique Brinco

O presidente do Movimento Brasil Livre Bahia (MBL-BA), Siqueira Costa Júnior, confirmou ao BNews que tenta viabilizar uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro e contra o ex-presidente Lula em Salvador. A decisão parte de uma orientação do diretório nacional do grupo, que também planeja atos em várias cidades do Brasil. Uma data será divulgada na próxima quinta-feira (8).

Siqueira confirma que o ato será realizado em parceria com o movimento "Vem Pra Rua". "Todas as vezes que o MBL fez manifestação, fez com outros grupos. Destes grupos, só restou o 'Vem Pra Rua'. O 'Nas Ruas' virou puxadinho do governo federal, porque Carla Zambelli acabou com o movimento e puxa-saco do presidente", critica.

Segundo o ativista, a manifestação será menor do que em outras ocasiões. "Estou em contato com algumas pessoas tentando viabilizar a manifestação de Salvador, porque isso inclui dinheiro e militância. Sabemos que se nós fizermos a manifestação, será bem menor do que fizemos na época de Dilma. Vamos começar com algo pequeno, mas de repercussão", explica.

Siqueira ainda diz que movimentos de esquerda estão convidados, mas salienta que a pauta do evento também inclui críticas ao ex-presidente Lula. "A esquerda está convidada, o PDT está convidado e o PT está convidado, mas dessa maneira: será anti-Bolsonaro e anti-Lula também".

O MBL nacional divulgou um flyer nas redes sociais em que anuncia que fará uma manifestação pelo impeachment do presidente "sem bandeiras vermelhas, sem black blocs e sem violência". A ideia do movimento independente é atrair manifestantes de centro-direita que não concordam com o discurso antiliberal da esquerda e que temem ser agredidos por militantes de partidos comunistas. 

Na manifestação do último sábado (3), por exemplo, militantes do PCO agrediram manifestantes do PSDB que participavam de um ato contra o presidente na Avenida Paulista, em São Paulo. No ato, também houve depredação de bancos e ataques contra PMs. "Não iremos aceitar vandalismo no ato em Salvador", rechaça Siqueira.

Leia também:
MBL convoca manifestação contra Bolsonaro "sem bandeiras vermelhas"
 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar