Política

Na Pré-COP-26, em Roma, Jaques Wagner critica atuação do governo brasileiro na pandemia

Reprodução/Twitter

Parlamentar pela Bahia preside a Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal

Publicado em 09/10/2021, às 15h50    Reprodução/Twitter    Redação BNews

Presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA), o senador Jaques Wagner (PT-BA) criticou a atuação do governo brasileiro na pandemia do novo coronavírus durante a Pré-COP26, em Roma, na Itália.

O evento antecede a 26ª Conferência das Partes da Convenção, que será realizada entre outubro e novembro, na Escócia, e discutirá temas importantes da agenda internacional do meio ambiente.

Leia mais: Governo Bolsonaro pressiona Reino Unido a flexibilizar regras sanitárias para COP 26

"Como oposição ao governo federal, posso dizer que o momento vivido, desde o começo de 2020, foi muito duro para o povo brasileiro. Hoje, olhamos tristemente para a constatação de que 600 mil de nossos compatriotas perderam a vida nessa batalha, muito em razão do negacionismo e de medidas sanitárias equivocadas do governo federal", declarou Wagner.

O evento, voltado para parlamentares, reuniu presidentes de legislativos do G-20 - grupo dos países de maior economia do mundo. 

"O abismo entre países de economia desenvolvida e os em desenvolvimento não pode ser uma barreira para atingirmos as metas do Acordo de Paris. É imperativo que esse abismo não signifique mais desastres e mortes em decorrência do clima nos países do sul global. Precisamos ser ambiciosos na ação do clima e, acima de tudo, precisamos ser iguais nesse combate", afirmou o presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado.

Leia também:

Jaques Wagner cobra posição do Governo Bolsonaro sobre COP 26

Direção do PT fará primeiro encontro para definir “tática eleitoral” de Jaques Wagner

Classificação Indicativa: Livre