Política

Com a extinção da Secom, Neto traz a Agecom

Imagem Com a extinção da Secom, Neto traz a Agecom

Agência Geral é composta por três jornalistas

Publicado em 03/01/2013, às 11h38        Caroline Gois (twitter: @goiscarol)

Na tarde desta quarta-feira (2), foi divulgado pela assessoria de comunicação da prefeitura de Salvador que "Com a reforma administrativa aprovada em dezembro de 2012 pela Câmara de Vereadores, a antiga Secretaria de Comunicação (Secom) de Salvador passou a se chamar Agência Geral de Comunicação (Agecom). A Agecom funciona no mesmo local da antiga Secom, no Palácio Thomé de Souza", diz a nota.

O jornalista Roberto Messias irá chefiar o grupo formado por outros dois jornalistas -
Luiz Francisco e Alexandre Reis.

Extinção da Secom

Após o prefeito eleito ACM Neto (DEM) divulgar, no último dia 4 de dezembro, a extinção da secretaria de Comunicação (Secom), o Sindicato dos Jornalistas do Estado da Bahia (Sinjorba) se manifestou contra a decisão do gestor. "Quero fazer um apelo a Neto para que ele reavalie a situação. É uma perda a extinção da Secretaria de comunicação - que tem como objetivo melhorar a comunicação do prefeito com a população", afirmou a presidente do sindicato, Marjorie Moura, durante entrevista ao Programa do Bocão, na rádio Sociedade.

Segundo Marjorie, manter a Secom "é importante para a categoria e para a sociedade. Precisamos sim colaborar com ACM Neto que vai precisar reduzir gastos. Mas, a extinção da secretaria não vai reduzir os custos que justifiquem esta medida", afirmou a jornalista, que revelou querer fazer uma audiência com Neto para discutir o assunto. "Estou conversando com os colegas que estão preocupados com este assunto. Quero solicitar uma audiência para sensibilizar o prefeito", disse.

Na gestão de Neto estão previstas 12 secretarias: Casa Civil; Gestão; Fazenda; Educação; Saúde; Reparação; Promoção Social e Combate à Pobreza; Desenvolvimento, Turismo e Cultura; Ordem Pública, Infraestrutura, Habitação e Defesa Civil;  Urbanismo e Transporte; e, por fim, Cidade Sustentável. Na proposta, há a previsão de criação de 10 subprefeituras em substituição das atuais 18 Administrações Regionais.

As referidas estruturas estarão ligadas diretamente ao prefeito, através de um coordenador-geral. No planejamento de Neto, a menina dos olhos da prefeitura - a secretaria de Comunicação, fica agora sob tutela do representante do DEM, conforme registrou o repórter do Bocão News, Rafael Albuquerque, durante a coletiva.


Matéria originalmente publicada às 16h23 do dia 02/01.

Classificação Indicativa: Livre