Política

Bruno Reis dá prazo para pauta e fala a expectativa de valores a receber com PL do transporte público; saiba quanto

Foto: Dinaldo Silva/ BNews

Bruno Reis afirmou que é necessário que os valores sejam repassados até o final de maio para não reajustar valor de passagem na cidade

Publicado em 13/05/2022, às 11h01 - Atualizado às 11h02    Foto: Dinaldo Silva/ BNews    Daniela Pereira e Vinícius Dias

Prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil) estimou nesta sexta-feira (13) que a votação do PL dos subsídios para o transporte público nos municípios seja votado na Câmara dos Deputados na próxima semana, sem especificar o dia. 

"Eu recebi na terça-feira uma ligação do relator Isnaldo Bulhões, ele me disse que o desejo é votar na próxima semana. O presidente Arthur Lira está fora do país e estaria pautado para a próxima semana. Ele tinha algumas dúvidas em relação ao projeto, fonte de financimento, divisão entre estados e municípios e contrapartidas que os estados e municípios pudessem dar. Esperamos que seja aprovado para iniciar o diálogo e conversa com a presidência da república para que o projeto seja sancionado", disse Bruno Reis.

Leia também: Carballal chama Bruno Reis de 'assessor de ACM Neto' e diz que transporte público pode colapsar

Ainda de acordo com o prefeito, o transporte público é o maior problema de Salvador e de todos os municípios brasileiros. A expectativa de Bruno Reis é que a capital baiana receba R$5 bilhões em subsídios caso o PL seja aprovado. Também segundo Bruno Reis, os valores precisam chegar aos cofres da cidade antes do início do mês de junho para que a passagem de ônibus no município não seja reajustada. 

"A gente sabe que [o transporte] é o maior problema da cidade. Não é só de Salvador, mas no Brasil todo. BH reduziu frota, Teresina e Belém estão sem ônibus nas cidades. O município de São Paulo, que subsidiava o transporte público com R$3 bi está indo para R$5 bi. Na Bahia, o óleo diesel está mais caro que a gasolina, está impraticável colocar os ônibus nas ruas. Sem o apoio da prefeitura, seria impossível, já teríamos parado", disse Bruno Reis.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre