Política

Deputado bolsonarista se recusa a receber notificação de ordem do STF para que coloque tornozeleira eletrônica

Agência Brasil

Informação foi enviada ao Supremo pelo oficial de Justiça encarregado de fazer a notificação ao parlamentar

Publicado em 04/05/2022, às 16h12    Agência Brasil    Redação BNews

O deputado federal bolsonarista, Daniel Silveira (PTB-RJ), se recusou a receber a notificação da nova ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quarta-feira (4) para que se apresente em 24 horas e coloque uma nova tornozeleira eletrônica. A Procuradoria-Geral da República (PGR), inclusive, defendeu a continuidade do uso do equipamento de monitramento para o parlamentar.

A informação foi enviada ao Supremo pelo oficial de Justiça encarregado de fazer a notificação a Silveira.

Leia também:

De acordo com o G1, o oficial informou ao Supremo que abordou Daniel Silveira na Câmara dos Deputados, mas o parlamentar se recusou a assinar o mandado informando que não tem que usar tornozeleira eletrônica por ter recebido o perdão de pena do presidente Jair Bolsonaro.

Silveira foi condenado em abril pelo STF a 8 anos e 9 meses de prisão, à perda do mandato e à perda dos direitos políticos por fazer ameaças à corte, aos ministros e às instituições. 

No dia seguinte ao julgamento, o parlamentar teve os crimes perdoados pelo presidente Jair Bolsonaro, que editou um decreto no qual perdoou a pena imposta ao deputado.


Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre