Eleições

Em Salvador, Lula vai participar de série de eventos com lideranças; veja agenda

[Em Salvador, Lula vai participar de série de eventos com lideranças; veja agenda]
22 de Agosto de 2021 às 16:40 Por: Divulgação Por: Henrique Brinco

O ex-presidente Lula desembarca em Salvador na próxima quarta-feira, dia 25, para cumprir durante dois dias uma série de agendas que envolvem reuniões com lideranças e até mesmo uma agenda pública de bairro. A visita marca o fim da caravana do petista pelo Nordeste brasileiro, que serviu para costurar as primeiras alianças com vistas na corrida presidencial de 2022.

Na quarta, a partir das 16h, ele participa de um encontro com movimentos sociais na Assembleia Legislativa da Bahia, com o tema "Combater a Fome e Reconstruir o Brasil". No local, ele terá encontro com deputados e lideranças dos movimentos sociais sobre o combate à fome e a importância da agricultura familiar para a Bahia e o Brasil. Durante a noite, ele também deve se reunir com Rui Costa (PT) e Jaques Wagner (PT) em um encontro reservado.

Já na quinta-feira, a agenda começa cedo com uma visita, às 9h, à Policlínica de Salvador, em Narandiba. O evento deve contar com a presença do governador, do senador e demais correligionários. A partir das 11h, está marcada uma breve coletiva de imprensa onde Lula também deve alavancar o nome de Wagner, que já é considerado pré-candidato do PT ao Governo da Bahia.

Depois, ainda no mesmo dia, ele terá um almoço com partidos da base aliada no Hotel da Bahia. Foram convidadas lideranças do PT, PSD, PP, PSB, PCdoB, PODEMOS e AVANTE. Pela tarde, a partir das 16h, ele se encontra com Movimentos Negros da Bahia na Senzala o Barro Preto (Liberdade).

Em entrevista ao programa "Fato & Opinião", da BNewsTV, o presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, afirmou que o encontro respeitará as medidas para evitar a disseminação da Covid-19. "Vamos obedecer os protocolos sanitários, manter o distanciamento, uso de máscaras, álcool em gel e nos reunir dentro dos decretos do governador", declarou.

O Nordeste ainda é um forte reduto petista e a Bahia, nos últimos anos, virou uma espécie de "case" para os governos petistas. O ex-presidenciável Fernando Haddad, por exemplo, venceu o presidente Jair Bolsonaro no estado na eleição de 2018.

Leia também: 

"É baratino", alfineta Éden Valadares sobre rompimento de ACM Neto e João Roma 

Presidente do PT-BA aconselha ACM Neto a não falar de "passado": "Nós libertamos a Bahia"

Juíza do DF rejeita denúncia contra Lula no caso do sítio de Atibaia
 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar