Política

Leo Kret aparece de surpresa e rasga o verbo na Câmara de Salvador

Reprodução/Instagram

"Chega de discriminação!", reage ex-vereadora Leo Kret em manifesto

Publicado em 13/12/2021, às 17h15    Reprodução/Instagram    Henrique Brinco

A ex-vereadora Leo Kret do Brasil surpreendeu os servidores e políticos da Câmara Municipal de Salvador ao aparecer no local, nesta segunda-feira (13), para cobrar a votação do Plano Municipal de Cultura.

Leia também:

O projeto encontra resistência na bancada evangélica por conta da inclusão do termo "cultura LGBT" no texto. "Como boa filha, a casa retorno. E hoje vim especialmente para acompanhar a votação do Plano", iniciou, em vídeos compartilhados nas redes sociais.

"Não entendo o porquê desse barramento só por causa da nomenclatura da população LGBTQIA+. Se nós falamos de cultura, respeite a cultura. E eu vim aqui especialmente para acompanhar a votação desse projeto. Chega de discriminação!", completou.

Leia também:

Foi a primeira parlamentar transexual do Brasil, sendo eleita vereadora de Salvador na 16.ª legislatura da Câmara Municipal pelo Partido da República (antigo PR e atual PL). Ela teve a quarta maior votação na eleição de 2008, com 12.861 votos na capital.

Leia também:

A matéria está tramitando na Casa há alguns meses, mas ainda não havia entrado em plenário por conta da falta de acordo dos edis conservadores. Se aprovado, o PMC terá validade de dez anos em Salvador, com metas a serem implementadas a partir de janeiro de 2022. O assunto tem repercutido nacionalmente e tem o apoio, inclusive, da apresentadora Xuxa Meneghel.

O texto seria votado nesta segunda-feira (13), mas teve a votação adiada para a próxima quarta (15) por decisão do presidente da Casa, Geraldo Júnior (MDB). Segundo o edil, foram apresentadas novas emendas ao texto original.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre