Política

Parlamentares denunciam o secretário do Ministério da Saúde por declarações contra a vacina

Anderson-Riedel/PR

Afastamento imediato do secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto

Publicado em 24/01/2022, às 18h47    Anderson-Riedel/PR    Redação Bnews

O senador Alessandro Vieira e os deputados federais Tabata Amaral e Felipe Rigoni entraram na Justiça, nesta segunda-feira (24), pedindo o afastamento imediato do secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti Neto.

Em nota técnica divulgada na última sexta-feira (21) e assinada por Angiotti, a pasta diz que as vacinas não têm efetividade e segurança no tratamento da Covid-19, mas que a hidroxicloroquina tem, o que é desmentido pela sociedade científica para o tratamento da Covid-19.

Na ação, os parlamentares afirmam que os termos da nota técnica “são inequivocamente falsos, ante a notória eficácia das vacinas utilizadas contra a Covid-19 e a ampla rejeição científica da hidroxicloroquina para o mesmo tratamento”. Portanto, segundo os congressistas, a permanência de Angotti na pasta “promovendo políticas públicas negacionistas e absolutamente contrárias ao que defendem as autoridades sanitárias e científicas mundiais” representa “grave prejuízo”.

A ação popular foi apresentada à Justiça Federal no DF e tem como assinaturas de Renan Ferreirinha, secretário municipal de Educação do Rio de Janeiro e José Frederico Lyra Netto, ex-secretário de Prioridades Estratégicas de Goiânia.

O senador Humberto Costa, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado, pretende convocar Angotti para prestar esclarecimentos sobre a nota técnica.

Já o senador Randolfe Rodrigues, afirmou que vai acionar o Supremo Tribunal Federal, com uma Arguição de Descumprimento do Preceito Fundamental e uma notícia- crime contra o secretário.

Leia mais: 

Itanagra: Prefeitura lança cartão que permite servidor antecipar parte de salário

PT pede estudo para encaminhar CPI contra Moro por atuação em setor privado

Ex-marido de Naiara Azevedo defende a cantora e faz revelação chocante: 'vão se surpreender'

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão. 

Classificação Indicativa: Livre