Política

Presidente da Caixa é denunciado por assédio sexual contra funcionárias

Alan Santos/PR

Casos contra Pedro Guimarães, presidente da Caixa, são investigados pelo MPF, e estão sob sigilo

Publicado em 28/06/2022, às 18h51    Alan Santos/PR    Redação BNews

O presidente da Caixa Econômoca Federal, Pedro Guimarães, é alvo de uma série de denúncias de assédio sexual por parte de funcionárias da instituição financeira. Este é o primeiro caso público do tipo envolvendo um alto funcionário do governo Jair Bolsonaro (PL).

Os casos, que estão sob sigilo, são investigados pelo Ministério Público Federal (MPF) pelo menos desde o ano passado, quando um grupo de funcionárias decidiu denunciar os abusos.

Leia também:

Pelo menos cinco delas, em condição de anonimato, concederam entrevistas ao Metrópoles. Na oportunidade, disseram que se sentiram abusadas por Pedro Guimarães em diferentes ocasiões, sempre durante compromissos de trabalho.

As mulheres relatam toques íntimos não autorizados, abordagens inadequadas e convites incompatíveis com o que deveria ser o normal na relação entre o ele e funcionárias sob seu comando.

Os testemunhos estão relacionados a viagens realizadas por Pedro Guimarães como parte do programa Caixa Mais Brasil, criado por ele para descentralizar a gestão e dar mais visibilidade ao banco pelo país afora.

Uma das mulheres que concedeu entrevista e teve a identidade preservada disse que a depender da proximidade que tem com algumas das mulheres, Pedro Guimarães passa a se sentir “dono” delas.

“É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas”, diz. “Ele trata as mulheres que estão perto como se fossem dele.”

“Ele já tentou várias vezes avançar o sinal comigo. É uma pessoa que não sabe escutar não”. “Quando escuta, vira a cara e passa a ignorar. Quando me encontrava, nem me cumprimentava mais”, acrescentou.

A mesma funcionária revelou que a escolha das mulheres que integram a comitiva de Pedro Guimarães nas viagens é feita diretamente pelo gabinete dele.

Um dos critérios para seleção, conforme outra mulher, é definido de acordo com as preferências de Guimarães: “Tem um padrão. Mulher bonita é sempre escolhida para viajar”. “Ele convida para as viagens as mulheres que acha interessantes”, afirma.

Uma terceira mulher trouxe o seguinte fato: em outra viagem, duas funcionárias da equipe foram chamadas para ir à piscina do hotel encontrar Pedro Guimarães. Uma delas ouviu uma proposta indecente, feita por uma pessoa bem próxima a Guimarães: “E se o presidente quiser transar com você?”.

Procurado pelo portal Metrópoles, Pedro Guimarães não quis falar sobre o assunto. Já através de nota, a Caixa informou não ter conhecimento das denúncias.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre