Salvador

Movimentos sociais fazem protesto em frente a prédio em que babá se jogou do 3º andar

Maiara Lopes/BNews

Emprega doméstica afirma que pulou da janela para fugir de maus tratos da patroa, Melina Esteves França

Publicado em 29/08/2021, às 12h02    Maiara Lopes/BNews    Maiara Lopes e Léo Sousa

Movimentos sociais fazem no final da manhã deste domingo (29) um protesto em frente ao prédio no Imbuí em que a babá Raiana Ribeiro da Silva, de 25 anos, caiu do terceiro andar.

O caso aconteceu na última quarta-feira (25). A empregada afirma que pulou da janela para fugir de maus tratos da patroa, Melina Esteves França. Raiana conta que havia sido presa no banheiro pela mulher.

Leia mais: Caso Imbuí: Sete ex-funcionárias registram denúncias contra patroa acusada de manter babá em cárcere

"A gente está aqui pra repudiar essa atitude absurda dessa patroa em pleno século 21. Em pleno dias de hoje, tendo uma atitude extremamente racista e escravocrata de manter a sua babá em cárcere [...] Estamos aqui pra ser solidário não só a Raiane, mas a várias outras trabalhadores que estão passando por essa situação, sofrem humilhação todo dia", afirmou em entrevista ao BNews Islane Paixão, militante do Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

O caso é investigado pela 9ª delegacia da Polícia Civil. Outro inquérito corre no Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA) para apurar as suspeitas de irregularidades trabalhistas praticadas pela patroa.

Leia também:

MPT-BA estuda criar grupo de trabalho para apurar caso de babá que caiu do terceiro andar

Outras babás acusam mulher de maus-tratos após doméstica se jogar de prédio no Imbuí

Classificação Indicativa: Livre