Salvador

Salvador ganha escola digital e novos investimentos em tecnologia

Prefeito Bruno Reis anunciou lançamento da Escola de Economia Criativa co.liga e uma sede física no Comércio - Vagner Souza/BNews

Prefeito Bruno Reis anunciou lançamento da Escola de Economia Criativa co.liga e uma sede física no Comércio

Publicado em 19/01/2022, às 11h48    Prefeito Bruno Reis anunciou lançamento da Escola de Economia Criativa co.liga e uma sede física no Comércio - Vagner Souza/BNews    Luiz Felipe Fernandez

[Colocar ALT]
Caption

A capital da música e do Carnaval pretende ser daqui a alguns anos também uma referência em tecnologia e inovação. Nesta quarta-feira (19), o prefeito Bruno Reis (DEM) assinou o compromisso com a Fundação Roberto Marinho e a OEI, através do Escritório de Governança Social Santa Dulce dos Pobres, para a fundação da Escola de Economia Criativa Co.liga, que conecta a jovens a empresas de diferentes setores.

A escola digital virtual vai oferecer 37 cursos gratuitos em áreas distintas, os quais vão gerar certificado de conclusão e também a partir deles é criada a rede de 'coligados', que faz a conexão entre alunos de outras localidades do Brasil e do mundo.

O evento contou com a presença da vice-prefeita Ana Paula Matos (PDT), do diretor e chefe da representação da OEI no Brasil, Rafael Callou e do secretário geral da Fundação Roberto Martinho, João Alegria.

Leia mais

"O objetivo do programa é qualificar a mão de obra e gerar oportunidades da economia criativa para possibilitar o maior acesso ao mercado de trabalho", explica o prefeito.

O gestor aproveitou a ocasião para anunciar a construção de uma escola digital presencial, com estrutura física no bairro do Comércio, construída em parceria com a Fieb.

Segundo Reis, o objetivo é que no futuro Salvador seja um destaque na área e um celeiro de jovens talentos do universo digital e criativo. Para isso, a Prefeitura vai iniciar o trabalho na base, entre os alunos das escolas públicas infantis.

O primeiro passo será a compra de um tablet para cada aluno e um Chromebook para os professores da rede municipal. O prefeito conta que as crianças aprenderão desde a "pré-infância" a "linguagem digital", que é a base para a programação, inclusive possibilitando o desenvolvimento de games eletrônicos.

"Vamos inserir a população na linguagem digital, desde a pré-infância, onde vão aprender letramento digital, programação, podendo desenvolver games. Vamos trabalhar desde o início da formação", explicou o prefeito.

"Essas novidades se somam às diversas ações para transformar Salvador em uma cidade inteligente e criativa. Já existe hoje equipamentos como o Hub, o COLABORE, o Museu da Música, uma série de investimentos na área de tecnologia e também vamos melhorar as políticas públicas da Prefeitura e transformar essa área para que possa ser um vetor de crescimento da cidade", projeta.

Bruno destaca que as mudanças fazem parte da evolução da sociedade atual e do mercado de trabalho, reforçando que a área de tecnologia e inovação emprega muitas pessoas e tem dificuldade para suprir as vagas de trabalho.

"Nós vemos profissionais dessa área sendo muito bem remunerados e o mercado com dificuldade de contratação. Os jovens podem, daqui, prestar serviços para as outras cidades do Brasil e do mundo, então temos que inserir a população nesse mercado", justifica.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre