Coronavírus

Leo Prates é cauteloso ao comentar flexibilização do uso de máscaras e pede cuidado com o mês de abril; entenda

Joilson César/BNews

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, foi cauteloso ao comentar a flexibilização do uso de máscaras na capital baiana

Publicado em 08/03/2022, às 10h34    Joilson César/BNews    Vinícius Dias e Diego Vieira

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, foi cauteloso ao comentar a flexibilização do uso de máscaras na capital baiana. Apesar da queda do número de casos ativos da covid-19 e internações ocasionadas pela doença nos últimos dias, Prates diz que a demanda de atendimentos nas unidades de saúde da cidade deve aumentar em abril, mês em que é comum o registro da alta de casos de doenças respiratórias.

Hoje nós temos o RT em 0.15 e uma taxa de ocupação de leitos de 34%. Nós nunca tivemos números tão bons durante a pandemia em Salvador, porém eu tenho uma preocupação que eu externei ao prefeito Bruno Reis [...] Eu tomaria cuidado com o mês de abril porque é um mês de alta e de pico de doenças respiratórias e sempre foi assim, não é por causa da pandemia, é uma alta da pressão no atendimento e não por internação”.

Entretanto, segundo Prates, que está prestes a deixar o cargo na SMS para disputar as eleições, levando em consideração o atual cenário da pandemia em Salvador, “não há nenhum impedimento da área de saúde pública para não se liberar o uso das máscaras”, afirma.

O uso de máscaras faciais de proteção ao contágio do Covid- 19, inclusive em locais fechados, será flexibilizado a partir de amanhã (8), no Rio de Janeiro. De acordo com a CNN, a medida foi anunciada pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) após a reunião do Comitê Científico realizada na manhã desta segunda-feira (7), na prefeitura. O Decreto com a decisão será publicado amanhã.

Dessa forma, o Rio de Janeiro passa a ser a primeira capital do Brasil a liberar o uso de máscaras de proteção em estabelecimentos públicos e privados. 

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre