Coronavírus

Prefeito de Salvador não descarta implantação do "passaporte da vacina"

Vagner Souza/BNews

A implantação do "passaporte da vacina" já é feita em outras capitais, como Rio de Janeiro

Publicado em 10/12/2021, às 14h29    Vagner Souza/BNews    Diego Vieira e Pedro Vilas Boas

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), disse, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (10), que não descarta implantar o chamado "passaporte da vacina" na capital baiana.

"Adotamos uma série de medidas para estimular a aplicação da vacina. [...] Ainda não adotei a medida de exigir cartão de vacinação em locais específicos, porque a vacinação em Salvador está avançando, ainda estou apelando para a responsabilidade das pessoas, mas não descarto tomar essas medidas", afirmou.

A prefeitura do Rio de Janeiro já começou a exigir o comprovante de vacinação em determinadas situações. O documento é cobrado em estabelecimentos como bares, restaurantes, salões, hotéis, academias de ginástica e estádios.

De acordo com o "vacinômetro" de Salvador - sistema de monitoramento da vacinação contra covid-19 na cidade -, 4.028.224 doses já foram aplicadas, sendo 2.144.336 para primeira dose, 1.883.911 para segunda aplicação e dose única e 329.193 para terceira dose.

Doria vai acionar STF

governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira (10) que o Estado irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja exigido o comprovante de vacina contra a Covid-19 para quem entra no Brasil.

Em entrevista ao UOL News, Doria disse que SP vai se associar à ação do partido Rede, em andamento na Corte, para que o governo federal adote o chamado passaporte vacinal nas fronteiras brasileiras.

"Vamos nos associar, integrar a esta medida, que foi proposta pelo partido Rede, de maneira muito correta. Estamos nos associando a esta solicitação, que foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal", afirmou.

Queima de fogos

Durante a entrevista coletiva, Bruno Reis se esquivou de comentar, após ser questionado pelo BNews sobre a realização ou não da queima de fogos durante o réveillon em Salvador. O Festival da Virada já foi cancelado.

"Não vou falar sobre isso agora. Estamos nos preparando. Na última semana do ano eu direi o que dá para fazer", afirmou.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), confirmou nesta quinta-feira (9) a realização do Réveillon na cidade, com fogos na Praia de Copacabana e em dez pontos espalhados pela cidade.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre