Coronavírus

Rui Costa: Quero Carnaval, mas a saúde do povo é mais importante

Manu Dias/GOV-BA

O prefeito de Salvador tem cobrado uma reunião com Rui Costa para discutir a festa

Publicado em 14/12/2021, às 19h52    Manu Dias/GOV-BA    Pedro Vilas Boas

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), voltou a pregar cautela sobre a realização do Carnaval 2022, durante transmissão ao vivo nesta terça-feira (14). O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), tem cobrado uma reunião com o petista para discutir a festa.

"Quero Carnaval, mas, além do Carnaval, o mais importante é a vida, saúde do nosso povo", afirmou o governador.

Rui Costa ressaltou que o número de pessoas internadas em leitos de UTI adulto na Bahia é o maior desde setembro. Atualmente, 230 pessoas ocupam esse tipo de leito no Estado, o que representa 45% dos 507 disponíveis. Já a ala pediátrica registra 83% de ocupação.

Leia mais: Novo circuito para Carnaval de Salvador é cogitado em reunião com Bruno Reis; entenda

Bell Marques anuncia que não desfilará os blocos Camaleão e Vumbora em 2022; assista

Comitê recomenda suspensão

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste publicou boletim no último dia 3 em que recomenda o cancelamento das festas de réveillon e Carnaval 2022. “Cancelar a realização das festividades de final do ano e do Carnaval que possam gerar aglomerações, pois estas intensificariam a transmissão do vírus e resultariam em nova onda da pandemia”.

Os cientistas também recomendam completar a vacinação dos que estão atrasados para a 2ª dose e manter o uso obrigatório de máscaras, entre outras ações. As recomendações levam em conta “o quadro global e nacional atual da pandemia e as incertezas futuras existentes”.

O comitê analisou a situação dos estados da região. Em relação à Bahia existe "grande preocupação" para o impacto das festas de fim de ano e carnaval.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre