Justiça

Justiça baiana determina que iFood pague salário para entregador acidentado

Divulgação

Homem perdeu o movimento de uma das mãos após ter sido atingido por um tiro enquanto trabalhava para o iFood

Publicado em 15/04/2022, às 22h00    Divulgação    Redação BNews

A juíza do Trabalho Viviane Christine Martins Ferreira determinou que o iFood pague um salário para um entregador que perdeu o movimento de uma das mãos após ter sido atingido por um tiro enquanto trabalhava para a plataforma.

O homem está há cinco meses sem trabalhar em razão do acidente, sem qualquer tipo de auxílio. O iFood nega ter obrigações trabalhistas com o entregador.

Leia também: Sefaz se posiciona acerca de decisão judicial sobre imposto

Na decisão, publicada na terça-feira (12), a magistrada ordena que a empresa pague o valor de um salário para o trabalhador, até que ele consiga o auxílio-acidente por meio dos órgãos previdenciários, ou que recupere a capacidade de atuar.

A ação foi movida pelo projeto Caminhos do Trabalho. Parceria da Ufba com o Ministério Público do Trabalho na Bahia (MPT-BA), a iniciativa presta atendimento médico e assessoria jurídica gratuitamente a trabalhadores.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre