Economia & Mercado

Retrospectiva 2023: Confira os principais acontecimentos econômicos do ano

Divulgação / Freepik
Veja os fatos marcantes da economia mundial em 2023  |   Bnews - Divulgação Divulgação / Freepik
Verônica Macedo

por Verônica Macedo

[email protected]

Publicado em 29/12/2023, às 09h52 - Atualizado às 11h01


FacebookTwitterWhatsApp

Os fatos econômicos de 2023 impactaram o cenário e as perspectivas mundiais. Investidores globais, com destaque para os do Brasil, tiveram que flexibilizar e altear suas rotas estratégicas para se adequar às mudanças delineadas ao longo do ano.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp.

O Bnews preparou, abaixo, uma síntese dos principais acontecimentos que marcaram 2023, em todo o mundo.

Veja, a seguir, os fatos marcantes da economia mundial em 2023.

A inflação nacional mostrou uma queda depois de dois anos de colapsos setoriais.

O acirramento do quadro fiscal brasileiro com a aprovação por parte do Congresso Nacional da Reforma Tributária e de medidas que visam o aumento da arrecadação.

No setor do agronegócio, safras inéditas e com recordes inesperados foral mola propulsora para alavancar a economia do país.  

Com as dificuldades enfrentadas pela China em função dos conflitos entre Rússia-Ucrânia e Israel-Hamas, estabeleceu-se um acordo entre o Brasil e os chineses, que trouxe benefícios para as exportações de insumos nacionais.

Consequentemente, a importação caiu, concentrada em máquinas e equipamentos, produtos químicos, derivados de petróleo e produtos farmacêuticos.

O avanço tecnológico foi outro ponto que merece destaque neste ano com a criação da moeda digital Drex e a consolidação do ágil e desburocratizado sistema de pagamento Pix.

Vale salientar também que, em meados do ano, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu, pela primeira vez, a taxa de juros da Selic para 0,5 ponto percentual. A Selic nada mais é do que o Sistema Especial de Liquidação e Custódia, é uma das principais ferramentas econômicas do Brasil. Tal baixa ocorreu mais quatros vezes consecutivas, ocasionando o fechamento anual da Sistema em 11,75%.

Os investimentos públicos chegaram ao patamar de R$ 47,7 bilhões, aumento de 44% na comparação com 2022.

De acordo com levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança - ABECIP, estima-se que a concessão de novos empréstimos para aquisição da casa própria encerra 2023 com o terceiro melhor volume da história, atrás apenas de 2021 e 2022. Foram financiamentos habitacionais para aquisição de imóveis usados.

Clique aqui e se inscreva no canal do BNews no Youtube!

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp