Entretenimento

Anitta se preocupa com ameaças políticas e dispara: 'Se eu morrer, voltarei'

Reprodução/ Instagram

A cantora expôs algumas ameaças que vem recebendo na web

Publicado em 27/05/2022, às 19h55    Reprodução/ Instagram    Redação Bnews

Sempre aberta sobre seu posicionamento político, Anitta preocupou os fãs ao expor algumas ameaças que vem recebendo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, nesta sexta-feira (27). A cantora afirmou que não tem medo de morrer e pediu para a família não se preocupar.

“Quero que este país mude e não tenho medo. Eu apenas digo à minha família: 'Não se preocupem. Se eu morrer, voltarei como um fantasma e assombrarei suas vidas!'”, declarou a artista.

Leia mais no BNews:
• Wanessa Camargo toma atitude na vida pessoal e muda radicalmente; confira
• Ludmilla quase mostra demais as partes íntimas e dispara: "Toda de fora"
• Marido de Jojo Todynho se revolta e responde a acusações de ser bancado pela cantora; assista

“Por isso que minha família está meio assustada. Fui ao Brasil esta semana e não avisei as pessoas que estava lá por causa de algumas ameaças que estava recebendo. Estou sendo muito ativa neste ano com as eleições chegando”, contou ela, em entrevista à revista norte-americana Interview.

A funkeira ainda comentou sobre a situação política do Brasil. “As pessoas fingem que se importam apenas para garantir que permaneçam no poder, para garantir que seus egos sejam alimentados. É triste, porque as pessoas acreditam neles [políticos]”, disse.

“Se eu precisar brigar com o presidente, eu vou brigar. Se eu precisar brigar com o ministro, eu vou brigar, como já fiz… Me preocupo em proteger o meio ambiente, os povos indígenas e a sociedade. Minha família fala assim: 'Você tem que desacelerar'. E eu fico tipo: 'Não! Os indígenas estão morrendo. A floresta está sendo morta. Precisamos fazer algo. Eu tenho a voz!'”, finalizou.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre