Entretenimento

Conheça a história de Raissa Xavier, baiana que impressionou como pistoleira na novela Pantanal

Reprodução / Globo

Raissa Xavier surgiu do nada em Pantanal, mas não é a primeira aparição na Globo

Publicado em 21/05/2022, às 06h30    Reprodução / Globo    Brenda Viana

Ela apareceu por volta das 22h02 com uma arma apontando para a cabeça de José Lucas, interpretado por Irandhir Santos, em Pantanal, novela das 21h da Globo. A pistoleira, encontrada no meio de uma rodovia, foi feita por Raissa Xavier, baiana de carteirinha, antiga moradora do bairro da Pituba, em Salvador.

.(Imagem: Reprodução / Globo)

Mas, apesar de ter entrado no folhetim de 2022, a atriz já apareceu em outra novela da Globo: Segundo Sol. Ela conseguiu entrar na trama, que tinha como enredo as vivências de Salvador, justamente porque decidiu encarar o medo e tentar a vida no Rio de Janeiro no dia 8 de março de 2017, data importante por ser o Dia da Mulher.

Questionada pelo BNews sobre a necessidade de se mudar para outra cidade, Raissa afirma que precisou se movimentar para expandir sua vida e aprimorar mais ainda sua carreira. "Mas eu comecei a sentir a necessidade de expandir, de conhecer outros espaços, de entrar mais no audiovisual e me desafiar. Foi assim que eu cheguei aqui", conta.

Por ser uma baiana 'arretada', com vontade de crescer profissionalmente em terras do centro-sul do Brasil, a atriz relata que sofreu preconceito por ser nordestina, mas nunca deixou de mostrar quem realmente é e o quanto tem orgulho das suas raízes.

"Nunca sofri preconceito dos meus colegas de profissão. Mas sofri alguns preconceitos no caminho por ser nordestina, pelo jeito que me vestia "colorida demais", por ser expansiva demais, outros preconceitos vinham muito nas frases prontas em que a xenofobia se esconde e muitos nem percebem, expressões como "baiano é tudo preguiçoso" ou "tudo paraíba", entre outras”, disse.

Raissa completa: “Sempre tive muito orgulho das minhas raízes e defendo a Bahia e o Nordeste nas minhas falas com muita educação e com uma pitada de ironia, porque a gente não pode é engolir sapo, né mirmã? [risos]".

Sobre Pantanal, Raissa não economizou nas palavras ao elogiar o elenco, sua personagem, além de comentar sobre contracenar com um dos maiores atores da televisão brasileira. "Foi emocionante filmar e ver na telona depois. Além de tudo, foi uma honra pra mim contracenar com um ator nordestino que eu já admirava como artista e passei a admirar também como pessoa. O Irandhir é um cara super generoso, atento, propõe muito na cena, foi uma parceria que eu espero que possamos repetir breve", comenta.

Por fim, a soteropolitana, louca por Salvador, que tem vontade de contracenar com Wagner Moura,Lázaro Ramos e Jussara Mathias, ainda falou que ter a oportunidade de contracenar com baianos, seja na tela da TV, em séries ou teatro, é poder mostrar ao mundo o quanto a Bahia tem talentos especiais.

"Me sinto em casa e vibro por cada baiano que invade as telinhas. Eu penso que cada nordestino que conquista um espaço de reconhecimento nessa profissão tão dificil, que é o ser artista, é como uma vitória minha, estamos na mesma luta para vivermos de arte, precisamos vibrar por cada passo dado. Temos muitos talentos ainda pra serem descobertos!".

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão! 

Classificação Indicativa: Livre