Geral

Loja que vende crepes em formato de órgãos sexuais abre nova sede no Brasil; veja fotos

Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press

Fundadora da marca falou sobre a polêmica na web em torno do formato inusitado dos doces

Publicado em 29/04/2022, às 18h47    Foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press    Redação Bnews

Conhecida por seus diversos crepes em formatos inusitados, que fazem referência a órgãos sexuais, a creperia portuguesa La Putaria inaugurou sua segunda loja no Brasil. A marca resolveu escolher a cidade do Rio de Janeiro como sede, no bairro de Ipanema.

Em entrevista ao jornal O Globo, a empresária Juliana Lopes, fundadora da marca, juntamente com seu namorado Robert Kramer, comentou sobre a polêmica na web em torno do formato inusitado dos doces.

“Quem não conhece a marca começa a julgá-la sem sequer saber o que nós vendemos. Quando as pessoas conhecem o nosso ambiente, percebem que não vendemos produtos com conotação sexual. A loja tem como objetivo ser divertida e fazer rir”, disse.

Ela ainda afirmou que o burburinho foi exclusivamente brasieliro, que gerou diversos comentários nas redes sociais. Juliana também garantiu que pretende lançar diversas filiais ao redor do país, mas acabou escolhendo o Rio de Janeiro para inaugurar a segunda loja da marca, que já possui sede em Belo Horizonte.

“Quando a gente fala do Brasil lá fora, a primeira coisa em que eles pensam é no Rio de Janeiro. E quando nós viemos para Ipanema, no réveillon, gostamos muito do bairro e achamos que combinava com a marca”, explicou.

Com o mesmo seguimento da marca, vendendo doces com formato de pênis e vaginas, o empresário Fernando Pinheiro, foi acusado de plágio, após abrir a sede da sorveteria Ki Putaria em  Salvador, localizada no bairro da Barra. 

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre