Geral

'Mulher negra está sempre cinco passos atrás na sociedade', analisa advogada criminalista

Dandara Pinho - Divulgação/OAB-BA

Advogada criminalista Dandara Pinho comentou ao BNews Agora sobre os desafios da mulher negra no Brasil

Publicado em 08/03/2022, às 20h43    Dandara Pinho - Divulgação/OAB-BA    Redação BNews

Em meio ao Dia da Mulher, a advogada criminalista Dandara Pinho comentou nesta terça-feira (8), em entrevista ao programa BNews Agora, da Piatã FM, sobre os desafios enfrentados pelas mulheres negras no Brasil.

"É muito difícil estar em uma conjuntura em que, para alcançar algo, a mulher negra está cinco passos atrás. É um processo violento de marginalização. Fica cada vez mais evidente que a mulher negra não solicita a liberdade somente para ela e sim para uma coletividade que está fragilizada da pior forma possível", pontuou. 

Leia também

Dandara também opinou que o ponto de vista da experiência de vida da mulher negra ainda é muito excluído mesmo dentro do próprio feminismo. 

"E o problema nisso é que as dores que eu tenho para expor são diferentes das dores de mulheres brancas. Nós, mulheres negras, estamos o tempo inteiro para que não sejamos mortas, para que tenhamos possibilidade de acesso à educação, às medidas de saúde e aos direitos básicos na sociedade."

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre