BNews Nordeste

Comoção: Médico que morreu a caminho da lua de mel é enterrado em Teresina

Reprodução

O corpo do médico chegou ao Piauí somente na madrugada deste sábado (14) devido ao atraso na realização da perícia por conta do período do Ramadã no Catar

Publicado em 14/05/2022, às 15h44    Reprodução    Redação

Familiares, amigos e colegas de trabalho se despediram na manhã deste sábado (14) do corpo do médico oncologista Glauto Tuquarre Melo do Nascimento, 49 anos. Ele foi enterrado no Cemitério São José, Zona Norte de Teresina, sob forte comoção.

De acordo com o G1, o velório do oncologista foi realizado numa funerária na Avenida Miguel Rosa, Centro de Teresina. No caixão, uma bandeira do River-PI foi estirada para representar o amor de Glauto pelo time piauiense. Amigos fizeram a última homenagem colocando um isopor com cervejas ao lado do corpo e assim realizando o desejo do médico que já havia comentado que em seu velório gostaria que fosse servida a bebida alcóolica de malte ao invés do costumeiro café. Por volta de 11h, familiares, amigos, funcionários e pacientes do médico saíram em um cortejo até o cemitério. O sepultamento aconteceu às 11h30.

Leia mais:

Jovem é presa com 8,5 quilos de cocaína escondidos em balões de festa

Polícia recupera carro não devolvido a locadora há mais de um ano

Criança atingida por coqueiro morre após quase um mês internada

Muitas pessoas que foram tratadas por Glauto participaram das cerimônias. Entre elas, Fernanda dos Santos de 53 anos, paciente do médico por um ano e dois meses, contou que muitas vezes chegou a ser atendida de graça. “O meu câncer na garganta foi descoberto e meu filho mostrou para ele, porque meu filho era professor de educação física dele. Foi o Glauto que falou para o meu filho tudo sobre como eu poderia fazer o tratamento. Primeiramente, eu agradeço à Deus e segundo a ele por estar viva. Ele era uma pessoa maravilhosa. Eu tinha ele como filho”, afirmou.

Emocionada, Rejane Mendes, prima de Glauto, também falou sobre a importância do médico no tratamento de sua irmã, que já faleceu. “Ele era uma pessoa muito preocupada com os pacientes dele. Sempre ligava, todo dia. Ele ia muito na minha casa atrás da minha irmã que era especial”, lembrou.

A esposa, a publicitária Lícia Dutra Tuquarre, fez uma homenagem ao marido nas redes sociais, declarando seu amor. “Fui muito feliz ao seu lado”, escreveu na conta do Instagram, após sete dias do acontecido.

Glauto Tuquarre morreu no dia 25 de abril em um avião, durante um voo internacional, quando viajava em lua de mel para as Maldivas com a esposa, após sentir dores no peito e não resistir. O laudo cadavérico apontou uma insuficiência cardíaca aguda. O avião fez conexão em Doha, no Catar por volta das 10h20 (horário de Brasília), mas o perído do Ramadã no país atrasou a realização da perícia e o translado do corpo para o Brasil. O corpo do médico chegou durante a madrugada deste sábado (14).

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre