Polícia

PM iniciou contagem regressiva antes de disparar "ao menos 10 tiros contra policiais", diz SSP

Alberto Maraux/SSP-BA

Publicado em 28/03/2021, às 20h36    Alberto Maraux/SSP-BA    Redação BNews

O policial militar que "surtou" neste domingo (28) no Farol da Barra iniciou uma contagem regressiva antes de disparar contra os colegas policiais que participavam da operação.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), foram, ao menos, 10 tiros disparados contra os outros policiais. O soldado, identificado como Wesley, da 72ª CIPM, acabou baleado. Ele foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), onde passa por uma cirurgia.

"Aproximadamente às 18h35, o soldado verbalizou que havia chegado o momento, fez uma contagem regressiva e iniciou os disparos contra as equipes do Bope", disse a secretaria.

"O nossos objetivos primordiais são preservar vidas e aplicar a lei. Buscamos, utilizando técnicas internacionais de negociação, impedir um confronto, mas o militar atacou as nossas equipes. Além de colocar em risco os militares, estávamos em uma área residencial, expondo também os moradores", declarou o comandante do Bope, major Clédson Conceição.

Veja vídeo com declarações do major Cledson Conceição, comandante do BOPE e do Capitao Luiz Henrique, negociador.

Matérias Relacionadas

PM baleado na Barra está em estado grave e é intubado no HGE

Vídeo: Policial que "surtou" na Barra é baleado

Classificação Indicativa: Livre