Política

Bruno Reis defende retorno de público aos estádios com limite de até 30% da capacidade

Felipe Oliveira/EC Bahia

Para o prefeito, cidade “tem condições” de retomar torcidas na modalidade presencial

Publicado em 23/09/2021, às 20h35    Felipe Oliveira/EC Bahia    Maiara Lopes e Beatriz Araújo

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), se posicionou a favor da presença do público nos estádios de futebol da capital baiana. Durante a inauguração do museu "Cidade da Música da Bahia", na tarde desta quinta-feira (23), o gestor municipal disse acreditar que a cidade “tem condições” de retomar as torcidas na modalidade presencial. 

Leia mais:
Rui anuncia desmobilização de hospital da Fonte Nova; estádio deve receber jogos na próxima semana

Presidente do Vitória explica por que votou contra o retorno do público aos estádios; confira

"Recebi sugestões do presidente Guilherme Belintani, do Bahia, e também recebi sugestões do Vitória, caminhamos para nosso secretário de saúde para serem validadas e defendo a posição de que já é possível, talvez, nos estádios, onde a gente possa fazer um controle maior. Tem como exigir a vacinação e tem como lá dentro, diante das cadeiras, fazer a divisão de forma tal que não haja uma concentração”, defendeu Bruno Reis. 

Contudo, para o gestor municipal, o retorno das torcidas aos estádios de futebol só seria possível com a presença de até 30% do público. “Nove capitais do Brasil já liberaram, parece que até sexta-feira outras duas estarão liberando, então eu acho que já há condições de a gente retomar os jogos de futebol com a presença de público, no limite máximo de 30%. Então, tem o apoio da prefeitura para retomar os jogos de forma presencial com limitação do público em 30%", acrescentou. 

Na última terça-feira (21), o prefeito de Salvador havia informado, durante coletiva de imprensa, que a decisão sobre o retorno das torcidas aos estádios na capital baiana ficaria a cargo do governo estadual. Na ocasião, Reis ainda se colocou à disposição do governador Rui Costa (PT) para juntos definirem a participação do público nos eventos esportivos.

Ainda durante a semana, o Esporte Clube Bahia (ECB), após divulgar um esquema de retorno da torcida aos jogos, protocolou um pedido de liberação do público à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O pedido, desde então, permanece em análise pela área técnica da pasta e um parecer deve ser enviado ao governador Rui Costa até a próxima semana. 

O governo da Bahia já estuda a possibilidade de tornar obrigatória a vacinação contra Covid-19 de torcedores, como condição para terem acesso aos estádios.

Leia também:
Médico é morto a tiros enquanto prestava atendimento em clínica no interior da Bahia; veja vídeo

Mais um? Xand Avião protagoniza climão com forrozeiro; saiba mai

Funkeiro se casa com desafeto da própria mãe e gera revolta da família; entenda

Acompanhe o BNews também nas redes sociais através do Instagram, do Facebooke do Twitter.

Classificação Indicativa: Livre