Política

Anvisa relata ameaças a servidores e cobra investigação de autoridades

Sede da Anvisa - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Anvisa cobra nova investigação para apontar responsáveis

Publicado em 19/12/2021, às 16h05    Sede da Anvisa - Marcelo Camargo/Agência Brasil    Redação BNews

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um comunicado neste domingo (19) informando que seus servidores receberam uma nova onda de ameaças nas últimas 24 horas. O órgão, então, expediu ofícios pedindo proteção policial aos seus integrantes. 

“Tais solicitações já haviam sido feitas no último mês de novembro, quando a Agência recebeu as primeiras ameaças”, escreveu a Anvisa. 

Ainda no comunicado, a agência cobrou do governo federal, da Procuradoria-Geral da República (PGR) e da Polícia Federal (PF) que sejam realizadas novas investigações para identificar os responsáveis pelos atos criminosos.

Mais detalhes sobre as ameaças foram encaminhadas pela Anvisa para o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, o ministro da Justiça, Anderson Torres, o procurador-geral da República, Augusto Aras, o diretor-geral da PF, Paulo Maiurino, e o superintendente regional da PF no Distrito Federal, Victor Cesar Carvalho dos Santos.

“Mesmo diante de eventual e futuro acolhimento dos pleitos, a Agência manifesta grande preocupação em relação à segurança do seu corpo funcional, tendo em vista o grande número de servidores da Anvisa espalhados por todo o Brasil. Não é possível afastar neste momento que tais servidores sejam alvo de ações covardes e criminosas”, prosseguiu a Anvisa. 

Para proteger os dados pessoais dos envolvidos, a Anvisa optou por não revelar as ameaças recebidas e enviou as intimidações somente às autoridades. 

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre