Política

Ex-secretário de Bolsonaro ironiza críticas de apresentador da Globo e expõe supostos repasses da Lei Rouanet

BNews

Recentemente, André Porciuncula tem se envolvido em polêmicas com artistas em relação à Lei Rouanet

Publicado em 30/04/2022, às 14h07    BNews    Redação BNews

Pré-candidato a deputado federal pela Bahia, André Porciuncula, que é ex-secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura, do Governo Bolsonaro, pasta que é responsável pela liberação de verbas da Lei Rouanet, rebateu críticas do apresentador da TV Globo, Luciano Huck. 

Em publicação nas redes sociais, Porciuncula expôs uma suposta quantia de R$ 31,4 milhões destinada a um instituto do qual Huck preside por meio da Lei Rouanet. 

Leia também:

"O Luciano Huck é um crítico recorrente do Governo Bolsonaro. O instituto dele, antes das mudanças que fizemos na Lei Rouanet, conseguiu a bagatela de 31,4 milhões de reais. Por trás de todo “crítico” do presidente, há sempre uma teta vazia", escreveu no seu perfil no Twitter. 

Porciuncula tem se envolvido em polêmcias com artistas em relação à Lei Rouanet. Na última sexta-feira (22), quando o presidente Jair Bolsonaro (PL) visitou a cidade de Porto Seguro, ele e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) ironizaram, em vídeo, artistas baianos. 

Em outro momento, ele fez coro às declarações de Eduardo Bolsonaro sobre a tortura sofrida pela jornalista Miriam Leitão durante a ditadura militar. “Eu não acredito que Mirian Leitão foi torturada, não acredito na palavra dela. Não há uma prova física da suposta tortura”.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre