Política

Guilherme Boulos defende Kléber Rosa e diz que PSOL não é machista

Reprodução / Instagram @guilhermeboulos.oficial

Pré-candidato a deputado federal, Guilherme Boulos afirmou que PSOL tem a maior proporção de mulheres nas bancadas no Congresso

Publicado em 07/06/2022, às 20h06    Reprodução / Instagram @guilhermeboulos.oficial    Redação

O pré-candidato à Câmara dos Deputados, Guilherme Boulos (PSOL), defendeu o nome do postulante ao Governo da Bahia, Kléber Rosa e afirmou que o partido não é machista, após ser questionado sobre o tema.

A declaração foi dada nesta terça-feira (7), durante entrevista ao programa BNews Agora, da Piatã FM. Boulos lembrou, na oportunidade, que a sigla, no Congresso, possui não apenas a maior bancada feminina, como também a maior quantidade de negros e negras congressistas.

"O PSOL não é machista. Falar isso do PSOL é uma falsidade. Somos o partido que tem maior proporção de mulheres nas suas bancadas, além da maior proporção de negros e negras. A acusação não corresponde", afirmou

"Não estou no dia-a-dia do PSOL, não sei as razões da escolha, mas Kléber  Rosa é um candidato qualificado para fazer esse debate com muita propriedade e qualidade", acrescentou Guilherme Boulos.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre