Política

João Roma defende Bolsonaro: 'uma resposta da sociedade'

Foto: Reprodução / YouTube / Canal Eduardo Bolsonaro

Ministro da Cidadania, João Roma participa de entrevista com Eduardo Bolsonaro no YouTube

Publicado em 26/03/2022, às 19h13 - Atualizado às 19h15    Foto: Reprodução / YouTube / Canal Eduardo Bolsonaro    Vinícius Dias

Ministro da cidadania, João Roma (PL) saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PL), de quem é um grande aliado político e pretende apoiar durante as eleições para o governo da Bahia neste ano. 

Em entrevista dada para o filho do presidente, o deputado federal pelo estado de São Paulo, Eduardo Bolsonaro (PL), em canal do filho 03 do presidente no YouTube, Roma classificou o presidente como 'uma resposta da sociedade' e minimizou eventuais grosserias cometidas pelo líder do executvio nacional.

"Bolsonaro na verdade foi uma resposta de uma sociedade que estava encharcada com a utilização e manipulação do poder público. Ele veio para dar um choque nas placas tectônicas para que o estado brasileiro esteja conectado à nossa sociedade", disse Roma.

O ministro comentava uma pergunta feita por Eduardo Bolsonaro sobre a diferença na gestão do atual presidente e os anos anteriores, principalmente levando em consideração os anos do PT à frente do Planalto.

"O que se percebia era a manipulação de pessoas de boa vontade em todo nosso Brasil, pessoas necessitadas, que dependem muito da ajuda do poder público e que muitas vezes nós observávamos um viés ideológico, de usurpação não só de suas liberdades como da utilização de programas do governo para outras finalidades. Essa manipulação é uma coisa muito temível numa sociedade", disse ROma.

Ainda segundo Roma, o governo atual se difere dos que passaram porque há um respeito pela individualidade dos cidadãos e recusa a roubar direitos e liberdades individuais.

O ministro da Cidadania, João Roma, anunciou que vai para o PL, partido do presidente Jair Bolsonaro (PL). A medida era esperada, visto que o deputado federal não conseguiu se viabilizar para ser candidato a governador da Bahia pelo Republicanos. A decisão foi comunicada através das redes sociais.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre