Política

Ministros de Bolsonaro enfrentam dificuldades para chegar a Teixeira de Freitas

BNews/Vagner Souza

João Roma e Rogério Marinho receberam missão de Bolsonaro após fortes chuvas na região de Teixeira de Freitas

Publicado em 10/12/2021, às 15h17    BNews/Vagner Souza    Diego Vieira e Henrique Brinco

Os ministros João Roma (Cidadania) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) informaram que receberam uma missão do presidente Jair Bolsonaro (PL) para verificar a situação diante da situação dramática vivida por moradores do Extremo Sul da Bahia. O problema é que eles encontraram problemas para ir à região nesta sexta-feira (10).

Leia também:

Os colaboradores do Palácio do Planalto, inclusive, precisaram trocar os horários das agendas e viajaram para Salvador mais cedo para a cerimônia de assinatura da ordem de serviço das obras do trecho BRT da capital. Em seguida, seguem para o município de Teixeira de Freitas (BA), uma das regiões mais atingidas.

"Estávamos previstos a decolar de Brasília e ir direto para teixeira de freitas, mas o tempo continua sem dar teto para o avião pousar. Continuam chuvas fortes no Extremo Sul da Bahia. Então, resolvemos inverter a programação. Vim com Rogério Marinho para Salvador, para essas agendas", declarou Roma ao BNews.

Marinho também informou que desde aesta quinta eles estudam dificuldades para ir ao município. "Desde ontem estamos tentando encontrar uma forma de chegarmos a Teixeira de Freitas, vitimidada hoje pelas chuvas torrenciais", confirmou. Equipes da Defesa Civil já foram enviadas para a região.

A edição desta sexta do Diário Oficial do Estado traz a publicação de um decreto de Situação de Emergência em 24 municípios afetados pelas fortes chuvas em diferentes regiões da Bahia. A medida determina que todos os órgãos estaduais devem se mobilizar, no âmbito de suas competências, para apoiar as ações de socorro às cidades. O decreto tem validade de 90 dias.

Leia também:

Aeronaves, barcos, botes e caminhonetes estão sendo utilizados para dar socorro aos moradores das comunidades alagadas. A distribuição de cestas básicas, cobertores, lonas e medicamentos é feita de acordo com o diagnóstico previamente feito pelo estado e municípios

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre