Salvador

Mulher negra resgatada teme segurar mão de repórter branca; veja vídeo

Reprodução | Rede Globo

Madalena Silva foi resgatada em março de 2021 após passar 54 dos 62 anos de vida sendo escravizada

Publicado em 28/04/2022, às 16h42    Reprodução | Rede Globo    Redação BNews

Um momento exibido na tarde desta quinta-feira (28), pela Rede Bahia, emissora afiliada da Globo em Salvador, comoveu os telespectadores e ganhou grande repercussão na web. Durante uma reportagem sobre o trabalho escravo na Bahia, Madalena Silva, mulher negra resgatada de trabalho análogo à escravidão confessou à repórter que temia pegar em sua mão por ela ser uma mulher branca.

Leia também:

Ministros do STF são avisados por deputados que Daniel Silveira não vai ficar na CCJ; entenda

Marido de Jojo Todynho revela rotina sexual com cantora e surpreende internautas

Tribunal condena União a indenizar em R$ 50 mil advogado de Lula por grampos da Lava Jato

“Fico com receio de pegar na sua mão branca”, desabafou Madalena. “Mas por quê? Tem medo de quê?”, indagou a repórter, estendendo as mãos. “Por que ver a sua mão branca… eu pego e boto a minha em cima da sua e acho feio isso”, explicou ela. “Sua mão é linda, sua cor é linda. Olhe para mim, aqui não tem diferença. O tom é diferente, mas você é mulher, eu sou mulher. Os mesmos direitos e o mesmo respeito que todo mundo tem comigo, tem que ter com você”, destacou a jornalista.

Madalena Silva foi resgatada em março de 2021 após passar 54 dos 62 anos de vida sendo escravizada por uma família. Morando atualmente em Lauro de Freitas, a doméstica não recebia salário, era maltratada e sofria com roubos da filha dos ex-patrões, que chegou a fazer empréstimos em sua nome.

Assista:

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre