BNews Pet

Caso Fox: Tutor de bull terrier é preso após quase dois meses foragido

Reprodução/Redes Sociais/PMMG
Tutor de bull terrier é preso e animal é apreendido pela polícia  |   Bnews - Divulgação Reprodução/Redes Sociais/PMMG
Milena Ribeiro

por Milena Ribeiro

[email protected]

Publicado em 15/12/2023, às 12h40


FacebookTwitterWhatsApp

O tutor do cachorro da raça bull terrier, que atacou e arrancou o focinho de Fox, um spitz alemão, foi preso na zona rural de Pouso Alegre, em Minas Gerais, nesta quinta-feira (14). A suspeita é que ele teria incentivado seu cão a agredir o outro pet por se incomodar com os latidos do spitz.

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp. 

O tutor, identificado como Umberto Ghilarducci, de 43 anos, estava foragido desde o dia 27 de outubro. As investigações apontam, de acordo com o G1, que ele havia alugado uma chácara em Pouso Alegre. Ele foi detido durante uma ação conjunta da Polícia de São José dos Campos e da Polícia de Minas Gerais.

Com Umberto também estava o cachorro bull terrier, que foi apreendido pela polícia. Contudo, ainda não há maiores informações sobre qual será o destino do pet.

Fox morreu no dia 25 de outubro após ficar 16 dias internado em estado grave. O caso repercutiu nas redes sociais e, nesta quinta-feira, internautas comemoraram a prisão de Umberto. 

"Muito feliz pela notícia da prisão do Umberto! Continuaremos lutando pelo nosso guerreiro Fox!", disse uma internauta na última publicação no perfil de Fox no Instagram. Outra também comentou: "Sophia [tutora do pet], mal consigo descrever o tamanho da minha alegria ao saber que aquele monstro foi preso. Que a justiça seja feita". 

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp