Eleições / Eleições 2022

João Roma dá sinais sobre ter uma mulher evangélica na vice; veja nome

Joilson César/BNews

Nome de religiosa faz interface com o eleitorado que vota no presidente Bolsonaro

Publicado em 18/04/2022, às 15h59    Joilson César/BNews    Eduardo Dias e Eliezer Santos

O ex-ministro da Cidadania João Roma (PL) poderá ter dupla companhia feminina na sua chapa majoritária para as eleições de outubro. É que além da pré-candidata ao Senado, Raíssa Soares (PL), o posto de vice-governadora pode ficar com a ex-vereadora de Salvador Lorena Brandão, conforme o próprio Roma projetou nesta segunda-feira (18).

“Excelente quadro, é uma possibilidade, mas ainda temos muita água pela frente. Estamos tendo muitos contatos partidários e logo que possível a gente faz um uma avaliação de todas essas possibilidades. Tenho muito desejo sim de ter pessoas como Lorena Brandão ao meu lado e amplia sim a representatividade feminina. Então, ela é uma possibilidade”, disse o ex-ministro, na chegada à sessão solene do Bicentenário da Independência do Brasil, na Câmara de Vereadores de Salvador.

Lorena é filha do bispo Átila Brandão, líder de uma igreja evangélica em Salvador, e que já foi candidato ao governo da Bahia em 2006 na primeira eleição do ex-governador Jaques Wagner (PT). 

Leia também:

Roma, porém, afirmou que a definição do nome para a vice deve demorar a acontecer.

“Agora temos ainda um bom tempo onde irei tratar com o arco que a gente está conversando para tentar consolidar essa chapa, mas não pretendo fazer isso por agora. Acho que demora um pouco mais”, acrescentou.

Veja mais:

João Roma ainda falou sobre as tratativas que tem feito e sobre o perfil ideológico que espera do parceiro.

“A gente tem conversado com várias pessoas representativas da nossa sociedade. O que nós queremos é estreitar ao máximo a ligação da nossa caminhada com quem está no dia a dia da população”.

Questionado por jornalistas sobre a vice na chapa de Roma, durante agenda em Salvador, Eduardo disse não saber a resposta. "Tem que perguntar pra ele (João Roma). Eu só sei que não há aceno para o ACM Neto. Foram três anos aí que ele caminhou no sentido oposto ao presidente Bolsonaro", respondeu.
"Eu queria deixar bem claro aqui, conhecendo o João Roma: podem desligar essa imagem que algumas pessoas ainda têm de associação dele com Neto. Neto é uma pessoa que tá muito mais inclinada a apoiar o Lula, essa composição que inclusive envolve [o ex-ministro] Geddel [Vieira Lima], que foi preso com uma mala de 50 milhões", prosseguiu o deputado.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre