Meio Ambiente

Junho Verde: Brasil desmata equivalente a 20 mil campos de futebol da Mata Atlântica em um ano

Divulgação // Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente/SP

Percentual de desflorestamento da Mata Atlântica em 2020 e 2021 cresceu 66% se comparado a 2019 e 2020

Publicado em 28/05/2022, às 08h28    Divulgação // Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente/SP    Redação BNews

Levantamento da Fundação Mata Atlântica, bioma composto por 17 dos 27 estados brasileiros, mostra que 21.642 hectares de Mata Atlântica foram desmatados entre 2020 e 2021.

O número, segundo o estudo, é 66% maior que o registrado entre 2019 e 2020 (13.053 hectares), e 90% maior que entre 2017 e 2018 (11.399 hectares), o menor índice desde o início da medição, em 1989.

O Atlas da Mata Atlântica foi realizado em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), informa o Ig. No local desmatado, caberiam 20 mil campos de futebol. É como se 59 hectares fossem destruídos por dia - ou 2,5 hectares por hora.

"É um problema que afeta todo o país e impacta diretamente a sociedade, pois 70% da população e 80% da economia brasileira se concentram na região. Se as derrubadas persistirem, vai faltar água, vai faltar alimento, vai faltar energia elétrica", diz Luis Fernando Guedes Pinto, diretor de Conhecimento da SOS Mata Atlântica e coordenador do Atlas.

O Atlas não investiga a legalidade do desmatamento, mas segundo Guedes Pinto, aponta para uma devastação do bioma, que vem cedendo espaço para pastagens e culturas agrícolas, além da expansão urbana e da especulação imobiliária.

Leia também:

Junho Verde: Prefeitura de Guarulhos estuda possibilidade de cobrar "Taxa Ambiental" para aviões que pousam no aeroporto da cidade
Cartilha dá dicas para turistas em viagens de carro
Procon-MG multa Latam em R$ 10,8 milhões por cobrança na marcação de assentos

"A verificação da confirmação da ilegalidade é comprometida pela pouca transparência e pequena disponibilidade de dados dos governos estaduais a respeito das autorizações de desmatamento. A disponibilização desses dados é fundamental para que se possa avançar para o desmatamento zero na Mata Atlântica com a velocidade necessária para contribuirmos para a urgência da emergência climática e garantirmos a provisão dos serviços ecossistêmicos", diz.

Todas as informações do Atlas são encaminhadas às autoridades públicas para que medidas de fiscalização e punição sejam providenciadas.

Estado por Estado

Em números gerais, apenas Ceará e Santa Catarina apresentaram redução no desmatamento. Cinco estados acumulam 89% de todo o desflorestamento: Minas Gerais, Bahia, Paraná, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre