Meio Ambiente

Junho Verde: Ministro do Meio Ambiente anuncia regulamentação do mercado nacional de carbono

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Anúncio foi feito durante o Congresso Mercado Global de Carbono, nesta quarta-feira (18)  |   Bnews - Divulgação Marcelo Camargo/Agência Brasil

Publicado em 18/05/2022, às 10h34 - Atualizado às 10h40   Redação BNews


FacebookTwitterWhatsApp

O Ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, anunciou, nesta quarta-feira (18), a regulamentação do mercado nacional de carbono. O anúncio foi feito durante discurso no Congresso Mercado Global de Carbono, realizado no Museu do Meio Ambiente, localizado no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro.

“Com base na política nacional de mudança do clima, e aguardado há mais de 12 anos, o ministro Paulo Guedes, e eu, criamos hoje o mercado regulado de crédito de carbono. O decreto, com previsão de publicação durante o dia, trará elementos inovadores e moderno, tais como, o conceito de crédito de metano, a possibilidade de registro da pegada de carbono, de processos e atividades", afirmou o ministro.

Leia mais:
Dia Internacional da Reciclagem: Entenda importância do descarte correto de lixo

BNews ESG: Hospitais adotam práticas para reduzir impactos ao meio ambiente

Na ocasião, foram discutidos assuntos como o aperfeiçoamento de projetos e ativos ambientais,  investimentos na nova economia verde, tendências do mercado de carbono, inovações tecnológicas, agricultura sustentável, fontes renováveis de energia, mercado de capitais, bioenergia, oportunidades verdes, conformidade, eólicas offshore e hidrogênio verde.

O congresso Mercado Global de Carbono, realizado pelo Banco do Brasil e a Petrobras, com o apoio institucional do Banco Central do Brasil, do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do Governo Federal, contou, ainda, com a participação do presidente do Banco do Brasil, Fausto de Andrade Ribeiro; do presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho; do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp