BNews Nordeste

PF abre inquérito para investigar morte de homem asfixiado em ação da PRF

Agência Brasil

Em nota emitida para imprensa, PF afirma que diligências já foram iniciadas e que trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível

Publicado em 26/05/2022, às 12h10 - Atualizado às 12h40    Agência Brasil    Redação

A Polícia Federal (PF) abriu inquérito, nesta quinta-feira (26), para investigar a ação dos policiais rodoviários envolvidos na abordagem que terminou com a morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, em Umbaúba, em Sergipe, na quarta-feira (25). Em nota à imprensa, a corporação afirmou que "diligências acerca do caso já foram iniciadas e a PF trabalha para esclarecer o ocorrido o mais breve possível". 

Segundo a família, a vítima tinha esquizofrenia e tomava remédios controlados havia cerca de 20 anos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que usou técnicas de "menor potencial ofensivo" na ação contra o homem. Nesta manhã, o Instituto Médico Legal divulgou a causa da morte e a população protestou na cidade onde o caso ocorreu.

Leia mais:

Homem morre eletrocutado ao tentar roubar fiação de prédio abandonado; outros dois suspeitos são presos

Suspeito é morto com tiro na cabeça pelo próprio parceiro após reação de vítima durante assalto

Desumanidade: Motorista atropela cachorro em posto de gasolina e foge

Familiares de Genivaldo fizeram Boletim de Ocorrência na delegacia do município e alegaram que o homem tinha transtornos mentais, por isso, cartelas de medicamentos foram encontradas pelos agentes durante a abordagem.

O corpo de Genivaldo foi liberado do IML, em Aracaju, por volta das 22h30 de quarta. O velório ocorre na casa da mãe do homem, no povoado Mangabeira, em Santa Luzia do Itanhy, nesta quinta. Ele era casado e tinha um filho.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre