BNews Nordeste

Em racha entre MDB e ex-presidente da República, Alagoas terá umas das eleições mais disputadas da história; confira

Facebook/Reprodução e Jefferson Rudy/Agência Senado

Em última pesquisa divulgada, Rodrigo Cunha (UB) aparece na liderança do governo de Alagoas

Publicado em 21/05/2022, às 05h00    Facebook/Reprodução e Jefferson Rudy/Agência Senado    Osvaldo Barreto

O Estado de Alagoas vai vivenciar dois períodos eleitorais em um ano. Isso porque, neste mês de maio ocorreu uma eleição indireta para governador. Renan Filho (MDB) estava no segundo mandato e renunciou ao cargo em abril. para disputar uma vaga no Senado em outubro. Ele estava governando sem vice, pois Luciano Barbosa (MDB) deixou a cadeira em 2020, para assumir como prefeito da cidade de Arapiraca (AL).

Sem governador e sem vice, quem deveria assumir o posto era o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Vitor (MDB). No entanto, ele preferiu não assumir o governo do estado, porque ficaria impedido de concorrer à reeleição, e convocou as eleições indiretas.

Leia mais:

Confira os perfis dos pré-candidatos ao Governo de Sergipe

Saiba quem são os pré-candidatos ao Governo de Pernambuco

Com tantos impedimentos e desistências, coube ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Klever Loureiro, último na linha sucessória, assumir o posto interinamente. Eleito no último dia 15, Paulo Dantas (MDB) cumprirá o mandato tampão até o dia 31 de dezembro. Com ele, foi eleito também o vice-governador José Wanderley (MDB).

E os pré-candidatos para outubro?

Após a celeuma política, há seis possíveis pré-candidatos para disputa das eleições em outubro de 2022. A maior novidade entre os nomes é a presença do ex-presidente da República, Fernando Collor de Melo (PTC), que confirmou que vai disputar ao governo de Alagoas, representando uma frente de oposição que inclui PSDB, PSB, PP e DEM. A confirmação de Collor carimba um racha entre ele e Renan Filho.

"(A candidatura de Collor) É um projeto pessoal que transforma dinheiro público, recebido em salários ou recebido de outras formas, de maneira escusa, em carrões e em patrimônio privado", afirmou Renan Calheiros Filho, numa referência às acusações que Collor enfrenta no âmbito da operação Lava Jato.

Vale destacar que os candidatos a governador de Alagoas podem ser indicados pelos partidos até 5 de agosto, quando termina o prazo para a escolha dos representantes. O registro das candidaturas deve ser feito até 15 de agosto.

Por outro lado, o atual governador "tampão", Paulo Dantas, será o candidato do MDB e apoiado por Renan Filho. Na última pesquisa divulgada pela Paraná Pesquisas, ainda sem o nome de Collor na disputa ao governo, Dantas aparece na terceira colocação, com 17% das intenções de votos.

Na liderança da pesquisa estimulada, Rodrigo Cunha (União Brasil) aparece com com 28,6%. O atual Senador era vinculado ao PSDB e migrou para o União Brasil no objetivo de disputar as eleições para governador. Recentemente, ele anunciou que vai se licenciar do Senado por 121 dias para se dedicar à pré-campanha. Hoje ele tem o apoio do prefeito da capital do Estado, JHC (PSB).

Sem o nome de Collor na disputa, quem aparece na segunda posição é o ex-prefeito de Maceió (AL), Rui Palmeira (PSD), com 22,9% das intensões de votos. Ele foi prefeito de Maceió entre os anos de 2013 e 2020. Ele carrega no nome a tradição na política alagoana, é neto do senador Rui Palmeira e filho do prefeito de Maceió, deputado federal, senador e governador Guilherme Palmeira.

Correndo por fora estão os deputados estaduais Antônio Albuquerque (PTB), Cabo Bebeto (PL), além do ex-deputado federal Régis Cavalcante (CIDADANIA), que foi escolhido após Rodrigo Cunha deixar o PSDB e se filiar ao União Brasil.

O Paraná Pesquisas entrevistou pessoalmente 1.510 eleitores em 33 municípios do estado de Alagoas entre os dias 27 de abril e 2 de maio de 2022. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais e o nível de confiança atinge 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo AL-02627/2022.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre