BNews Nordeste

Quadrilha junina que fazia homenagem à Santa Dulce é interrompida por secretária: "macumba"

Reprodução/Instagram (@prefeiturauruburetama)

De acordo com organizadores, a grande referência da apresentação era a baiana Santa Dulce

Publicado em 23/06/2022, às 08h39    Reprodução/Instagram (@prefeiturauruburetama)    Redação BNews

Enquanto uma quadrilha junina se apresentava, no último domingo (19), uma secretária municipal de Cultura, teria invadido o espaço do show e interrompido o grupo sob a alegação de que a apresentação era uma “macumba”. O caso aconteceu na cidade de Uruburetama, no interior do Ceará. Na quarta-feira (22), a prefeitura informou a saída da gestora do cargo.

O grupo de dançarinos do Trem Maluco fazia um número em homenagem à Santa Dulce dos Pobres, freira baiana reconhecida mundialmente pelos seus feitos sociais. A apresentação teve início com batidas de tambores – uma referência à ligação da santa com as religiões de matiz africana –, momento em que a secretária Fernanda Carneiro teria afirmado que o evento era católico, mas que "estava parecendo um terreiro de macumba".

"A gente tá com um tema sobre Santa Dulce esse ano, e a Santa Dulce da Bahia tinha uma ligação muito forte com o candomblé, com pessoas da umbanda, que eram pessoas que ajudavam ela. Então a gente traz isso na nossa homenagem. A primeira música que a gente traz, 'Boa noite povo que eu cheguei'”, disse um dos membros em entrevista ao G1.

“Ela expressou que não tinha gostado nem um pouco e que se soubesse que seria daquele jeito, não teria convidado a quadrilha”, completou um outro membro também em entrevista ao portal.

santa dulce
O grupo fazia homenagem à santa baiana (Foto: Reprodução/Instagram (@prefeiturauruburetama)

Leia também:

Agora, a Polícia Civil cearense investiga o episódio como um possível crime contra o sentimento religioso. Quem também entrou no caso foi o Ministério Público do Ceará, que pediu à gestão municipal e a Secretaria de Cultura que prestem esclarecimentos sobre o caso em até 10 dias.

A prefeitura de Uruburetama, por sua vez, emitiu um comunicado onde diz que a própria gestora pediu afastamento do cargo alegando “problemas emocionais”. “Assim, desde a referida data a ex-secretária não está mais à frente das funções da pasta da cultura desta municipalidade".

A gestão também lamentou o ocorrido e pediu desculpas, além de ressaltar que “não compactua, enquanto entidade que preza pelo bem comum da sociedade e da cultura, com nenhum tipo de preconceito ou intolerância”.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre