Política

"As orientações eram do ministério, do Brasil, não da OMS", confirma Pazuello sobre combate à pandemia

["As orientações eram do ministério, do Brasil, não da OMS", confirma Pazuello sobre combate à pandemia]
19 de Maio de 2021 às 11:02 Por: Reprodução/YouTube Por: Luiz Felipe Fernandez

O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, admitiu nesta quarta-feira (19) que as políticas públicas de enfrentamento à pandemia não seguiam a Organização Mundial da Saúde. Segundo o militar, todas as "orientações eram do Ministério" e de responsabilidade do próprio país.

Perguntado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) sobre quem aconselhava as decisões tomadas pela pasta, Pazuello resumiu a dizer que eram determinadas pelas "secretarias" que tem diversos médicos no quadro. 

Pazuello também disse que o Ministério não pensou em adotar políticas de abrangência nacional e que se limitava a distribuir insumos e equipamentos hospitalares aos estados.

CONSELHO PARALELO

Sobre a existência de um conselho paralelo ao Ministério da Saúde, Pazuello negou, mas admitiu ter ouvido o empresário Carlos Wizer, que atuou "pro bono".

Matérias relacionadas:

CPI: Pazuello usa gravata semelhante a que Lula usou em depoimento a Moro

Pazuello se justifica sobre fala de que não conhecia o SUS

CPI: Pazuello refuta “ministério paralelo” e se queixa de falta de diálogo com Bolsonaro e os filhos

"As orientações eram do ministério, do Brasil, não da OMS", confirma Pazuello sobre combate à pandemia

CPI: Pazuello sustenta que STF limitou atuação do governo e defende sua gestão

CPI da Pandemia: Coronel classifica como “incógnita” o depoimento de Pazuello

CPI: Otto Alencar repreende Pazuello durante fala sobre Cloroquina; veja vídeo 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar