Política

Otto Alencar comemora filiação de Pacheco ao PSD, mas diz que mantém apoio a Lula

Edilson Rodrigues/Agência Senado

Publicado em 22/10/2021, às 15h27    Edilson Rodrigues/Agência Senado    Pedro Vilas Boas

O senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia, comemorou, em entrevista ao BNews nesta sexta-feira (22), o anúncio de que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (MG), vai mesmo trocar o DEM pela sua sigla.

"Ótimo quadro. É o presidente do Senado, fortalece o partido. Acho que ninguém pode dizer que a filiação de Pacheco não é positiva", disse o parlamentar baiano.

Pacheco chega ao PSD como pré-candidato à Presidência da República. Porém, Alencar ressalta que mantém o apoio à pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT), seguindo a linha do seu grupo na Bahia, aliado relevante dos petistas no Estado. "Não muda nada para a Bahia", disse.

Leia também: Bolsonaro vai tentar segurar Guedes no governo

Bolsonaro intensifica negociações com PL para disputar reeleição em 2022

Em uma visita de Lula a Salvador em agosto último, o senador prometeu ao ex-presidente lutar para que o PSD apoiasse sua pré-candidatura; não funcionou. "Eu trabalhei intensamente pra o PSD fazer uma aliança com o PT nacional, mas vi que era impossível. Tem o PSD de alguns estados que não são contra, mas também não apoiam", afirmou Otto.

Classificação Indicativa: Livre