Política

Deputado estadual explica saída do PDT: 'caminhou para a direita'

Roberto Carlos - Joilson César/BNews

Há 32 anos no partido, Roberto Carlos trocou o PDT pelo PV

Publicado em 06/04/2022, às 16h07 - Atualizado às 16h11    Roberto Carlos - Joilson César/BNews    Eduardo Dias e Léo Sousa

Fora do PDT após 32 anos de partido, o deputado estadual Roberto Carlos afirmou em entrevista ao BNews, na tarde desta quarta-feira (6), que sua saída da legenda se deu pelo fato de o PDT ter "caminhado para a direita".

O parlamentar participou da cerimônia de posse de seu filho, Randerson Leal, como vereador de Salvador. Diferentemente do pai, o novo edil da Câmara Municipal permanece no PDT, mas garante que marchará com o grupo petista.

Leia também: Caciques baianos negam saída do PV da federação com PT e PCdoB

"Eu tinha 32 anos de PDT. Meu primeiro e único partido. Partido que eu ajudei a construir, que eu ajudei a buscar muito crescimento, mas infelizmente o PDT tomou um rumo diferente. O PDT, que era de centro-esquerda, caminhou para a direita em Salvador e na Bahia e eu não poderia em momento algum negar ao meu povo a minha permanência aonde eu sempre estive, que foi na esquerda", afirmou Roberto Carlos.

Durante a janela partidária, o deputado estadual, que é vice-líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), acertou sua filiação ao Partido Verde.

"Por isso que eu optei pelo PV, porque o PV está na base aliada do governador Rui Costa (PT), que tem feito um trabalho excepcional em desenvolvimento pela Bahia [...] Não poderia em momento algum deixar de fazer parte da base aliada, por tudo isso que nós construímos durante esses 16 anos com Wagner e com Rui Costa", pontuou o parlamentar.

Antigo aliado do PT na Bahia, o PDT selou aliança com a oposição nas eleições de 2020, quando apoiou a candidatura do prefeito Bruno Reis (União Brasil). Atualmente, o partido abriga a vice-prefeita de Salvador, Ana Paula Matos.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre