Política

Gleisi aconselha Lula sobre negociação para Alckmin ser vice; confira

Divulgação

Presidente do PT, Gleisi aconselha Lula e causa divergência na sigla

Publicado em 17/12/2021, às 15h23    Divulgação    Redação BNews

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), não está satisfeita com a possibilidade do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) ocupar a vice em uma chapa liderada por Lula (PT) em 2022. As informações são da revista Crusoé.

De acordo com a publicação, apesar de ter se manifestado publicamente a favor da negociação, Gleisi chegou a argumentar ao ex-presidente que Alckmin poderia "facilitar" um "golpe das elites" após a eleição. A deputada teme que o establishment e o ex-governador derrubem Lula e assumam o poder.

O ex-governador de São Paulo oficializou, na terça-feira (15), a saída do PSDB. O comunicado foi feito pelas redes sociais.

"É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho."

Leia mais: Lula lidera nova pesquisa Datafolha; confira números

Pré-candidato à Presidência diz que pode desistir da eleição; confira

Apoios públicos

A possibilidade da chapa "Lula-Alckmin" tem recebido apoios públicos de petistas, a exemplo de declarações do governador Rui Costa e do senador Jaques Wagner. ""Acho importante que a aliança que o Lula faça seja muito ampla. Temos que passar a mensagem muito clara para o povo brasileiro de que o que estamos é um governo de reconstrução. Reconstrução do Brasil é uma tarefa para muitos", defendeu Rui.

Segundo a coluna Radar, da revista Veja, Wagner tem feito "campanha" nos bastidores a favor da aliança.

Caso vá mesmo integrar chapa com Lula, Alckmin deve se filiar ao PSB. Segundo a Folha, lideranças do PSB discutiram priorizar a filiação do ex-governador para que ele seja candidato a vice de Lula desde que o PT apoie a legenda em cinco estados prioritários nas eleições de 2022.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre