BNews Pet

Obrigar cachorro a fazer algo dificulta aprendizagem do animal; aprenda jeito certo

Reprodução

O tutor precisa demonstrar confiança e tranquilidade na hora de educar

Publicado em 12/05/2022, às 09h32    Reprodução    Redação

Educar os animais de estimação requer paciência e disposição. A forma utilizada comumente pelos tutores através de coerção com gritos e guias só dificultam o aprendizado e geram medo no cachorro.

De acordo coma coluna sobre Comportamento Animal do Estadão, para educar um cão não é necessário gritar e nem bater. Precisa dar ao animal a opção para que decida qual comportamento vai executar e apenas recompensar quando acertar o comportamento desejado. O cachorro não é surdo, não precisa ficar falando várias vezes ou aumentando o tom de voz.

Leia mais:

Cachorro é condecorado após feito importante na Ucrânia; veja vídeo

Gambá ferida pede ajuda à ONG para salvar filhotes; assista

Seis gatos intrigam tutora por reunião em corredor: "parecendo uma seita"; assista e entenda motivo

O cão sempre vai optar por atender a nossa solicitação, se, em troca, ele receber algo que lhe seja muito agradável, por isso a recompensa é feita através de petiscos que só devem ser liberados após a execução correta do que foi solicitado, seja “fica”, “senta”, “para”. Essa técnica vale para qualquer tipo de aprendizado. Vale ressaltar que é fundamental que o tutor demonstre confiança e tranquilidade. Quanto maior a ansiedade do acerto e a não observação do comportamento do cachorro, maiores as chances de erro.

O processo de comunicação entre cães e humanos não é algo simples. Mexe com muitos conceitos prévios aprendidos ao longo de toda uma vida. Mas o peludo está aí, pronto a nos ensinar uma comunicação mais efetiva, sem obrigações, mas com opções.

Quanto mais obrigarmos o cão a fazer algo, mais quebramos a confiança, dificultamos o processo de aprendizado e propiciamos comportamentos indesejados, como pular, latir ou morder. Afinal, o bem-estar e qualidade da relação com o cão depende do tutor.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre