Colunas / Fatos e Pitacos

Fatos e Pitacos: Carnaval deixa a Barra e vai para orla do Centro de Convenções de Salvador

Divulgação // Max Haack // Prefeitura de Salvador

Coluna Fatos & Pitacos vai ao ar toda terça-feira no site BNews

Publicado em 07/06/2022, às 14h30 - Atualizado às 14h31    Divulgação // Max Haack // Prefeitura de Salvador    Rafael Albuquerque

Carnaval sai da Barra e vai para orla do Centro de Convenções

.

Nos bastidores, a informação é que está batido o martelo sobre a ida do Carnaval da Barra para a faixa da orla na região do Centro de Convenções. A despeito de todas a variáveis que devem interferir na tomada dessa decisão, algo não pode faltar: ouvir o povo. Alguns segmentos da sociedade já se manifetaram. A Associação de Moradores e Amigos da Barra (Amabarra) já se mostrou a favor da medida, que vem sendo pleiteada desde 2017.

O comandante geral da PM-BA, coronel Coutinho, também se posicionou: "Entendo que mudança dessa natureza tem que ter uma boa discussão ouvindo todos os segmentos. Em outra época falou-se em ir também para Paralela. A Barra há muito tem demonstrado que está saturada para determinados eventos. O público [fica] comprimido. Como Avenida Sete também. Uma área com mais largura inibiria até as brigas típicas dessas festas. Porém, muitos fatores e interesses interferirão para uma mudança dessa", disse.

Ao BNews, chegou a informação de que apesar de a mudança estar alinhada pelo prefeito Bruno Reis, a Saltur não esteve envolvida na decisão. Se foi escanteada em um assunto tão pertinente ao órgão, então fica a pergunta: para que serve a Saltur?

De uma forma ou de outra, o Carnaval de 2023 tem tudo para ser um dos melhores dos últimos tempos, uma vez que ficamos dois anos sem o tradicional evento e produtores, artistas, empresários e o público estão com "sede" de folia.

Festival das Crianças foi sucesso, mas mostrou necessidade de revitalizar o Passeio Público

.

Aconteceu neste final de semana a terceira edição do Festival das Crianças. O evento gratuito realizado no Passeio Público teve atrações como Mundo Bita, que se apresentou pela primeira vez de graça em Salvador, além de Stripulia, Tio Paulinho e Canela Fina. A criançada matou a fome nas barraquinhas de comidas típicas e bebidas. Tudo ok com o evento e estrutura que, aliás, foi impecável. Mas o sucesso do Festival das Crianças chamou atenção para a necessidade de revitalização do Passeio Público. Um espaço tão bacana e tão necessário à comunidade do entorno não pode ficar jogado do jeito que está.

Hotel Pestana deixou saudade

.

O turismo de Salvador sofreu um forte impacto em 2016 com o anúncio do fechamento definitivo do Hotel Pestana, localizado no Rio Vermelho. Além da perda de centenas de empregos e do impacto pra economia e turismo, o fechamento deixou um rastro de sujeira no prédio. Aliás, o poder público poderia intervir para que a inciativa privada dê uma destinação ao imóvel, que atualmente só acumula sujeira.

Leia mais:

Covid-19: Salvador inicia aplicação da 4ª dose para idosos acima de 60 anos e prefeito ressalta: "A vacina está cumprindo seu papel"
Lula e Bolsonaro aparecem "colados" em nova pesquisa
Guilherme Boulos terá missão importante em Salvador; saiba detalhes

Apesar de intervenção do Ministério da Justiça, vendas no Ki Putaria continuam em alta

.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, talvez sem ter dimensão dos reais problemas do Brasil, publicou uma medida que proíbe a venda de alimentos com formato de genitais para menores de 18 anos. A decisão mencionou quatro estabelecimentos do Brasil, dentre eles o Ki Putaria, localizado na Barra, em Salvador. Mesmo impedida de exibir letreiros em locais de amplo acesso com os nomes do empreendimento, nem exibir neles material pornográfico ou que sugira o formato de órgãos genitais, o Ki Putaria segue em alta.

Pré-candidata a deputada federal, Ana Valéria pode representar a classe jornalística na Câmara

.

Depois de cerca de três décadas na Rede Bahia e uma demissão que à época causou muito impacto e reações, a jornalista Ana Valéria decidiu dar um novo rumo a sua vida. Focou cada vez mais nas atividades físicas, inclusive usando a #atletaaos50, e agora bateu o martelo: será candidata a deputada federal. Com bom trânsito em diversos nichos, amizade com artistas, empresários e formadores e opinião, além da excelente oratória, Ana se filiou ao Progressistas e promete não poupar esforços para ser eleita. Diante de tanta figura pitoresca e incompetente no Congresso Nacional, Ana Valéria traria uma sensação de renovação e, sobretudo, de representatividade para as mulheres e a classe jornalística na política nacional.

MP-BA com os dois olhos bem abertos para as festas de São João das prefeituras baianas

.

Após as duas suspensões da famigerada Festa da Banana, na cidade de Teolândia, no sul da Bahia, onde a prefeita disse que tinha o sonho de conhecer Gusttavo Lima, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) anunciou que tem acompanhado os gastos dos municípios baianos com as festas juninas. Cachês que beiram, facilmente, a casa dos R$ 500 mil estão na mira do MP-BA.

O promotor de Justiça, Frank Ferrari, já deu o recado: "A gente faz até um apelo para que os gestores possam reunir suas equipes técnicas, reavaliarem a situação dos seus municípios, verificarem se as suas atuações em relação aos festejos juninos estão adequadas à saúde financeira dos seus respectivos municípios, e assim possamos ter um São João de alegria, mas também de responsabilidade com a gestão do dinheiro público".

Pipoca de micro-ondas é associada a alterações cerebrais

.

Quem ama pipoca como eu vai ficar mais cauteloso após essa notícia. Uma pesquisa do Instituto de Química de São Carlos, da USP, traz novos indícios de que, em excesso, o consumo da pipoca de micro-ondas poderia ser nocivo à saúde. No estudo feito em ratos e em uso prolongado, os cientistas identificaram proteínas associadas ao Alzheimer no cérebro dos animais que consumiram durante 90 dias seguidos o composto.

Como próximos passos do estudo, os pesquisadores do IQSC pretendem realizar novos testes com um número maior de animais visando a ampliar o entendimento a respeito destes resultados prelimimares. Mas não há motivo pra alarde. O consumo moderado não traz riscos desta dimensão à saúde: "Claro que comer esporadicamente certos alimentos não tem problema, e alguns prazeres em excesso podem fazer mal. Mas por mais que a gente coma o produto, nós temos muito menos contato com o diacetil do que os trabalhadores que lidam ou até inalam diariamente o composto nas fábricas", exemplifica.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre