Política

Após impasse entre PDT e MDB, ex-vereadora Andrea Mendonça é confirmada na Secult

Gilberto Júnior/Arquivo BNews

Andrea Mendonça irá substituir Fábio Mota, que trabalhará como coordenador de campanha de ACM Neto (UB)

Publicado em 20/05/2022, às 15h46    Gilberto Júnior/Arquivo BNews    Redação BNews

Depois do impasse entre o PDT e o MDB, em torno da nomeação da ex-vereadora Andrea Mendonça, para comandar a Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), a prefeitura de Salvador confirmou o nome da irmã do deputado federal Félix Mendonça Jr. para o cargo. Ela irá substituir Fábio Mota, que trabalhará como coordenador de campanha de ACM Neto (UB).

A negociação para Andrea assumir o posto era dada como certa desde fevereiro, conforme revelado pelo BNews. No entanto, o impasse entre os partidos para saber quem teria o controle completo da pasta, incluindo a Empresa Salvador Turismo (Saltur), barrou as conversas.

Logo depois, o MDB rompeu com o governo Bruno Reis e se aliou à oposição, com a indicação do presidente da Câmara Municipal (CMS), Geraldo Junior como pré-candidato a vice-governador na chapa do governo.

Leia também:

Andreia publicou mensagem em seu instagram sobre comemorando a nomeação para a Secult. "Muito honrada em ser indicada pelo prefeito Bruno Reis e pelo presidente Félix Mendonça Jr (PDT) para a gestão da Secult, uma das mais importantes secretarias da prefeitura de Salvador. Trabalharemos com todo o carinho e competência a nossa pluralidade que nos faz tão confluentes", escreveu. 

O PDT, além da Secult, comandará ainda a Secretaria de Ordem Pública (Semop). O nome escolhido é o do advogado Alessandro Pereira Lordello, que substituirá na Omar Gordilho. Lordello é secretário parlamentar de Félix.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre