Eleições / Eleições 2022

Bruno Reis rasga elogios a Marcelo Nilo e diz que deputado reconheceu problemas do PT na Bahia

Joá Souza/BNews

Marcelo Nilo está prestes a oficializar a sua migração da base de apoio do governo do PT para o grupo político do ex-prefeito ACM Neto (DEM)

Publicado em 09/02/2022, às 11h51    Joá Souza/BNews    Diego Vieira e Luiz F. Fernandez

Prestes a oficializar a sua migração da base de apoio do governo do PT para o grupo político do ex-prefeito ACM Neto (DEM), o deputado federal Marcelo Nilo (PSB) recebeu elogios do prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM). Em conversa com a imprensa na manhã desta quarta-feira (9), o gestor municipal afirmou que o parlamentar sempre defendeu seus pontos de vista com convicção e clareza.

Para Reis, Nilo “reconheceu os problemas das últimas gestões do PT na Bahia”, o que o fez deixar a base de apoio do senador Jaques Wagner (PT) e do governador Rui Costa (PT).

“Ele sempre participou de projetos que acredita e acreditava e a partir do momento que ele deixa de acreditar, é porque ele está vendo o que nós estamos fazendo em Salvador. Nilo está percebendo que a Bahia perdeu o protagonismo que tinha, principalmente no Nordeste, onde perdeu importância regional para o Ceará e Pernambuco”, avaliou o prefeito frisando ainda que as portas da base estão abertas para o psbista.

“É natural como os ciclos que se encerram, novos ciclos possam se iniciar e caso seja o desejo dele de marchar junto com agente, nós estamos prontos e de portas abertas para recebê-lo”, acrescentou.

Matérias relacionadas:

Questionado se haveria espaço na chapa majoritária para Nilo, Bruno Reis afirmou que apesar de não haver condicionante para o apoio do deputado, as suas qualificações podem o levar para a posições de liderança dentro da base.

“Tenho certeza que Nilo entrará no exército como soldado, mas com todas as qualificações que tem, ele pode sim está em posições liderando esse processo. Se confirmando a vinda dele, é um importante aliado que vem somar forças, primeiro para vencermos a eleição, e depois para construirmos a Bahia que nós queremos”, disse.

Em entrevista ao programa BNews Agora, na última segunda-feira (7), Marcelo confirmou as conversas com Neto, mas negou que tenha sido colocado na mesa pelo pré-candidato do Democratas/União Brasil um convite para a vaga de candidato ao Senado na chapa majoritária.

Na ocasião, o deputado considerou que "o PT já cumpriu o seu ciclo" na Bahia e disse que os partidos que compõem a base governista, fora PP e PSD, são feitos de "estepe" pelo Partido dos Trabalhadores.

Já na terça (8), em entrevista ao BNews, Nilo classificou Wagner e Rui como “uma fraude”, ao condenar o modelo administrativo adotado por ambos desde que começaram a governar a Bahia em 2007.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre