Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Pedido de prisão de Cátia Raulino está com o MP-BA

[Pedido de prisão de Cátia Raulino está com o MP-BA]
14 de Outubro de 2020 às 10:09 Por: Divulgação Por: Yasmin Garrido

O pedido de prisão preventiva e busca e apreensão feito contra a jurista Cátia Regina Raulino, acusada de plágio (fraude) e estelionato, está com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), que vai analisar o argumento da autoridade policial e da defesa antes de emitir parecer pelo deferimento ou não das medidas.

Após isso, caberá à juíza Virgínia Silveira Wanderley dos Santos Vieira, da 2ª Vara Criminal Especializada de Salvador, decidir se acata ou não as demandas que podem levar Cátia à prisão preventiva.

Inicialmente, o pedido de prisão havia sido apresentado perante o Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), não tendo sido apreciado. O magistrado, então, encaminhou a ao juízo competente para que desse prosseguimento à demanda.

Matérias relacionadas:

 

Polícia pede prisão preventiva de Cátia Raulino

Delegado que pediu preventiva diz que teme por 'evasão' de Cátia Raulino: 'Ficou claro que estava ganhando tempo'

TJ-BA não reconhece pedido de prisão preventiva contra jurista acusada de plágio e estelionato


Suposta jurista, Cátia Raulino presta depoimento na delegacia da Boca do Rio

Alunos avaliados por Cátia Raulino poderão ter que refazer banca de mestrado

Cátia Raulino é ouvida novamente pela Polícia e não apresenta diplomas pela segunda vez

Defesa da suposta advogada Cátia Raulino afirma que fatos serão esclarecidos

Além da denúncia de plágio, aluna quer que Cátia Raulino responda por estelionato

Jurista renomada é investigada por plágio e exercício ilegal da advocacia em Salvador

Advogado de suposta jurista diz que ela vai se apresentar à Polícia Civil: Ela vai comprovar tudo

MP-BA solicita abertura de inquérito policial contra jurista por exercício ilegal da advocacia

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso